Missão Anual

Todos os anos os membros de Cafh recebemos uma Missão Anual.

Isto nos permite fazer um trabalho concreto pelo bem de todas as pessoas diariamente, como uma maneira efetiva e direta de colaborar com a harmonia e a paz no mundo.

“Estamos em um momento de grandes desafios para a Humanidade e para Cafh.

Tudo indica que o futuro da Humanidade depende de que os seres humanos aprendamos a trabalhar em equipe, a cooperar uns com os outros, a considerar toda a Humanidade como nossa família e todo o planeta como nosso lar.

Por isso, convido-os este ano a dedicar-nos à seguinte missão: Façamos uma contribuição concreta, desenvolvendo plenamente a habilidade da escuta ativa. Façamos a prática diária de escutar com o coração toda vez que tivermos uma oportunidade. Escutemos com o coração especialmente a aqueles que pensam e sentem diferente de nós”.

Ana Cristina Flor
Março 2020


MENSAGEM DE PLENILÚNIO


Cafh como grupo humano é um ser vivo, com uma missão no Plano de Evolução da Humanidade.

Cada um de nós é Cafh e temos uma missão a cumprir: viver a Mística do Coração. Estamos chamados a desenvolver um sentir superior, a aprender a viver centrados em nosso coração, na Presença Divina, a aprender a reconhecer a Presença Divina nos demais e em tudo. Estamos chamados a fazer-nos um nada interiormente para poder Ser no Todo. Temos o desafio de viver em nós esta Mística do Amor.

A Lei da Renúncia é a chave mestra que nos abre a porta que conduz à nossa missão. Nossa missão nos chama a ser livres. A Renúncia nos ensina a fluir na Grande Corrente da Vida, a deixar ir o que nos ata e nos detém, e a receber o que a vida coloca em nossas mãos para aprender e expandir nossos horizontes. A cada instante temos essa liberdade.

Nossa missão nos chama a amar. O amor real nasce da Renúncia. Libertamos nosso coração dos sentimentos que nos empequenecem e nos separam, para nos abrir ao desconhecido no outro ser, para caminhar com aqueles que nos rodeiam, unindo nossas forças e nossas individualidades. Somos companheiros nesta aventura da vida.

Nossa missão nos chama a confiar. A comunhão de valores e anseios fortalece a confiança entre nós. O alcance transcendente de nossa missão nos faz intuir em nosso coração que não caminhamos sozinhos neste mundo. Confiamos que a Divina Mãe e os Santos Mestres nos acompanham e guiam os nossos passos.

Nossa missão nos chama a servir. Encontramos no serviço uma fonte de alegria e plenitude porque tira o foco do pequeno círculo de nosso eu. Assim nos abrimos e colocamos nossas energias de maneira criativa e efetiva à disposição da Obra a ser realizada. O serviço nos torna humildes e nos irmana. Somos servidores uns dos outros, somos servidores da Grande Obra.

Nossa missão nos chama a trabalhar juntos. Crescemos e nos completamos no trabalho conjunto; ampliamos nossos horizontes com o olhar do outro. Descobrimos que a missão comum está sempre mais além do nosso olhar particular.

Nossa missão é simples, mas de uma transcendência desconhecida para nós. Sua realização em nossa vida representa um salto quântico na consciência da humanidade.

Nestes tempos de mudança, de instabilidade, de crise de valores, a nossa missão adquire ainda maior sentido e urgência. Permaneçamos centrados em nosso coração, unidos por nossa missão. Levemos a Mensagem da Renúncia –que é mensagem de amor, de liberdade, de confiança, de serviço, de trabalho conjunto– a todos os seres humanos, sustentando-a com a nossa vida e em nossos grupos. Esta é a nossa contribuição real para o momento crítico que a Humanidade vive.

Ana Cristina Flor
Maio 2019

.